21 de setembro de 2009

Carta-Protesto.

Subprefeitura de Perus desrespeita grupos locais

A comemoração dos 75 anos de Perus, no último domingo (20/09), tinha tudo para ser uma festa bonita. E em grande parte até foi. Mas só seria completa se a organização do evento, leia-se Subprefeitura de Perus, não tivesse cortado dois grupos culturais do bairro na última hora. O grupo de teatro Pandora e o grupo Refúgio, bloco de percussão da Comunidade Cultural Quilombaque, foram informados no local da festa de que não haveria possibilidade de participarem, pois a 89FM, patrocinador do evento e responsável pela vinda de Wanessa Camargo ao show, precisava do palco para fazer a passagem de som.

Com um público estimado de 5 mil pessoas, também não haveria possibilidade de se apresentar no meio da Praça do Samba, onde a festa foi realizada. Com o corte súbito, quando os grupos já estavam prontos para fazer suas intervenções, fica a pergunta: há valorização das iniciativas culturais realizadas por gente que se preocupa com o cenário árido da arte e lazer em Perus? O grupo Esquadrão Arte Capoeira, também do bairro, se apresentou no meio da muvuca e quase passou despercebido.

Um pouco de respeito com os grupos do bairro, que estão lutando diariamente para transformar Perus por meio da arte e da cultura, seria muito bem-vindo. Afinal, grupos como a Quilombaque e o Pandora, que surgem exatamente pelo apreço e respeito que o poder público destina a cultura (0,00 no orçamento), seguem crescendo e se desenvolvendo. Somente neste ano foram dezenas de apresentações nas praças, ruelas e escolas do bairro, grupos e bandas musicais, cinema, teatro, poesia, artesanato. Arte, cultura e lazer alcançando milhares de moradores. Até limpamos e pintamos a Praça Inácio Dias e seu histórico coreto. Do jeito que surgimos, vamos seguir de cabeça erguida e convicção renovada.

Perde a população ao ver, em seu nome e a título de comemorar o aniversário de seu bairro, seus escassos recursos patrocinando o desrespeito aos seus próprios moradores. Perdem os administradores públicos a oportunidade de progredirem alguns séculos, sendo competentes, zelosos e respeitosos e fazer o que centenas de cidades e bairros fazem: valorização da cultura local.

Fica aqui o protesto.

(Comunidade Cultural Quilombaque e Grupo Pandora)

Um comentário:

Jaquelline disse...

Dia 20/09/2009, o dia em que mais uma vez me fizerão acreditar na falta de responsabilidade para com o desenvolvimento humano e com a cultura.
A festa realizada em Perus, por seus 75 anos foi manchada não só por pessoas estranhas que ali nunca estiverão como por pessoas que ali sempre viverão.
Eu Jaquelline Monteiro não só como frequentadora assidua de Perus, mas como Artista e Ativista que sou fiquei indignada e decepciondada com os desfeitos da festa e dos festejantes.
A 89,1 fm foi responsavel apenas pelo estrago da festa, mas os grupos Artisticos de Perus forão responsaveis pela Alienação de uma população inteira, esses que acabo de citar estavão com a verdade nas mãos, estavão com a pouca chance que nós artistas temos de mostrar um pingo da verdade a quem quer que seja.
Aquela população que estava ali Assistindo ao evento "pão e circo"(Historia romana) comum entre as massas menos pensantes forão na verdade os mais inocentes da festa.
Os que ali estavão com a verdade em suas mãos, com a historia real e com os meios mais fortes para falar, nada fizerão para provar a força que tem a cultura e o saber.
Se a desculpa era o medo de ter o nome do grupo manchado, aconteceu exatamente o que temiam, posso ser apenas 1 das 1.000.00 que estavam ali, mas para mim os intelectuais de Perus foram dizimados depois deste triste acontecimento.
Sem falar em como a Historia de Perus ou da revolta dos Perus foi totalmente destruida e ignorada.

Meus pêsames Pelo assassinado mental e expessivo dos repressentantes culturais de Perus.

Posto esse texto pois, foi o que eu escrevi após o evento e como resposta ao texto escrito pelo grupo pandora... acredito que agora seja tarde e nem 1.000.00 dos 5.000.00 que estavão lá receberão esse texto protesto de vocês... Sinto muito mesmo pois amo de mais as pessoas que fazem parte do grupo, fica ai representado o quão dispostos estão todos para fazer algo pela cultura.